Publicações

18/05/2017 08:39

O perigo das drogas

DROGA: Quem sou eu? Amigo, talvez você não saiba quem eu sou. Saiba que sou capaz de tirar-lhe a paciência, posso acabar com o seu sossego e por último até levá-lo a morte.

No começo sou conhecida como droga fraca, sou bebida, cheirada e fumada; provoco sensações de alívio e leveza, mas se você quiser algo mais forte, vai começar a me injetar na sua veia, posso entrar no seu sangue, caminhar por entre seu corpo, passar pelo coração, causando alucinações e começando a agir pelo seu sistema nervoso.

Você começará a ficar agressivo, violento e praticamente roubará e matará para obter dinheiro para me sustentar no seu vício. Logo que entrar no seu íntimo, no seu sistema nervoso, sua mente será minha e tomarei conta de Você.

Após não aguentar as sensações de tortura que lhe provocarei, você achará que deve tomar uma dose maior de mim, e é aí que eu entro totalmente no âmago do seu cérebro levando a loucura é a morte prematura.

Portanto, pela minha experiência a dependência química é uma doença que não tem cura mas pode ser detida em qualquer fase de sua evolução. Sem dúvida o traficante é um criminoso, mas ele existe porque alguém se serve dele. Se as pessoas forem orientadas e deixar de fazer uso da droga, o traficante perde sua função.

Olha, nem todos que tentaram conseguiram mas os que conseguiram foi porque tentaram. Vamos divulgar e levar as mensagens e riscos que as drogas vem causando as famílias.

 

Escrito por: Valdivino Cruz Laranjeira, 74 anos
é Agente de Tributos Estaduais Aposentado.


Redes Sociais

Localização

Rua Marechal Floriano Peixoto, Nº48
Edifício Décio Matoso - Centro -Cuiabá-MT
Fone:(65) 3027-1111 | Fone/Fax:(65) 3027-4613 CEP 78005-210
Email:secretaria@siprotaf.org.br

Filiações

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo